Análise da Distribuição de áreas suscetíveis a escorregamentos rasos na bacia hidrográfica do rio Fradinhos, em Vitória (ES)

Resumo: Esse trabalho pretende identificar e analisar as áreas suscetíveis a movimentos de massa, com destaque aos escorregamentos translacionais (ou rasos) na bacia de drenagem de Fradinhos, no município de Vitória – Espírito Santo. A escolha da área de estudo se deu pela sua proximidade ao maciço central de Vitória e pelas ocorrências de movimentos de massa já registradas por laudos da Defesa Civil de Vitória. Para a realização do mapeamento será utilizado o modelo de base físico-matemática Shalstab (ShallowStability), de Montgomery e Dietrich (1994) – baseado em equações de estabilidade em taludes infinitos e modelo hidrológico steady-state, ou seja, com chuva constante. Com a aplicação do modelo, almeja-se obter a distribuição espacial de classes de suscetibilidade e de índices de chuvas críticas para a ocorrência de escorregamentos rasos na região de Fradinhos. O mapeamento de suscetibilidades e os índices de chuvas críticas serão validados através de comparações com as cicatrizes presentes no local (obtidas através de visitas em campo, imagens aéreas e laudos) e com os eventos chuvosos obtidos através de dados diários de precipitação.

Data de início: 2016-05-05
Prazo (meses): 48

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado DAIANE RIBEIRO NUNES
Aluno Mestrado MARCOS GREGÓRIO BONARD DE MORAIS
Aluno Mestrado Julia Frederica Effgen
Coordenador Eberval Marchioro
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910