A COBERTURA NATURAL. O POTENCIAL PAISAGÍSTICO E TURISMO NO PARQUE NACIONAL DE CAPARAÓ (ES/MG) SEGUNDO A HIERARQUIA DE PAISAGENS DE GEORGES BERTRAND (1972)

Nome: Victor Silveira Massini
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 22/06/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Cláudia Câmara do Vale Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Antonio Celso de Oliveira Goulart Examinador Interno
Ary Gomes da Silva Examinador Externo
Cláudia Câmara do Vale Orientador

Resumo: Este trabalho tem por objetivo estudar a Unidade de Conservação (UC) denominada Parque Nacional do Caparaó (PNC), situado na divisa entre os estados do Espírito Santo e Minas Gerais (Brasil), inspirado pela Teoria Geral do Sistema para a ciência Geográfica. Busca-se enquadrar a área em estudo enquanto Região Natural na escala de hierarquização da paisagem integrada segundo proposta teórica de Georges Bertrand (1972; 2004), e compreender as relações entre o potencial ecológico, a exploração biológica e a ação antrópica na UC em questão. Para conhecimento da área em estudo o trabalho propôs a identificação, a classificação e o mapeamento da cobertura natural e de outros usos no PNC, com base em sistemas fitofisionômicos desenvolvidos por Carlos Rizzini (1979) e Afrânio Fernandes (2007; 2006). Dessa forma, tendo conhecimento sobre a real distribuição e composição do mosaico vegetacional do parque, procurou-se integrar tais informações às entrevistas pré estruturadas aplicadas junto ao representante do órgão gestor do parque, bem como a empreendedores do setor do turismo na região do Caparaó capixaba.

Palavras-chave: Biogeografia, Turismo, Unidades de Conservação, Parque Nacional do Caparaó, Mata Atlântica.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910