Processos Costeiros

Código: PPGG-7216
Curso: Mestrado em Geografia
Créditos: 4
Carga horária: 60
Ementa: Terminologia das principais feições costeiras. Indutores de processos de transporte sedimentar: ondas, correntes, maré e variação do nível do mar. Transporte de sedimentos. Balanço sedimentar, célula de transporte litorâneo. Perfil de equilíbrio transversal à praia e a lei de Bruun. Origem e caracterização de macro-feições deposicionais. Morfodinâmica de praia e antepraia.
Bibliografia: KOMAR. P.D. (1976). Beach processes and sedimentation. Prentice Hall Inc. 429 p. New Jersey. USA.
LAMEGO, A.R. (1940). Restingas na costa do Brasil. Rio de Janeiro. Bol. Div. Geologia e Mineralogia. 66 p. (Boletim 96).
LAMEGO, A.R. (1945). Ciclo evolutivo das lagunas fluminenses. Rio de Janeiro. DNPM. (Boletim 118).
MASSELINK, G. & HUGHES, M.G. 2003. Introduction to coastal processes & geomorphology. Holder Arnold, Nondon.354p.
MUEHE, D. (1995). Geomorfologia Costeira. In: Guerra, A.J.T. & Cunha, S.B. (org.). Geomorfologia: uma atualização de bases e conceitos. Editora Bertran Brasil S.A. p.253-308. 2a edição.
MUEHE, D. (1996). Geomorfologia Costeira. In: Cunha, S.B. & Guerra, A.J.T. organizadores. Geomorfologia - Exercícios, Técnicas e Aplicação. Capítulo 6, p. 191-238. Editora Bertrand Brasil S.A. Rio de Janeiro.
MUEHE, D. (1998). O litoral brasileiro e sua compartimentação. Cunha, S.B. & Guerra, A.J.T. organizadores. Geomorfologia do Brasil. Capítulo 7. Editora Bertrand Brasil S.A. Rio de Janeiro, RJ.
Short, A.D. 1999. Handbook of beach and shoreface morphodynamics. John Wiley & Sons. Chichester, England. 379p.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910